Evolução dos Sistemas de Detecção e Alarme de Incêndio (SDAI’s)

[rt_reading_time label="Tempo de leitura:" postfix="minutos" postfix_singular="minuto"]

Com a chegada da internet as transformações estão cada vez mais rápidas. Com Sistemas de Detecção e Alarme de incêndio, não poderia diferir, sistemas e equipamentos antes tidos como referência em tecnologia, modernidade e segurança, perdem seu poder exatamente pela rápida evolução da tecnologia.

Em um Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio comum, os custos, o tempo de instalação, o projeto, até mesmo a logística e manutenção, muitas das vezes acabam sendo transtornos para o cliente. Com a tecnologia sendo a maior aliada, empresas americanas e europeias investem a anos tempo e recursos para que essas questões, às vezes problemáticas, possam ser solucionadas.

Como a tecnologia que nos deparamos no dia a dia, os SDI’s também vêm evoluindo para nos proteger e facilitar nossas vidas cada vez mais. Uma solução encontrada para resolver os problemas e dificuldades de SDI’s comuns, foi a criação de Sistemas de Detecção e Alarme de Incêndio sem fio, garantindo maior agilidade na instalação, custos mais baixos e manutenções mais simples e mais econômicas.

Sistemas de Detecção sem fio, estão se tornando cada vez mais comuns e estão ganhando espaço e confiança dos clientes. Com uma proposta moderna e econômica, os SDI’s sem fio, economizam tempo, dinheiro e necessidade enorme de infraestrutura, além de evitar vários problemas de instalação e manutenção.

Os produtos sem fio das empresas americanas e europeias, muitas vezes não estão adequadas com as normas brasileiras, por isso é muito importante que procure por produtos certificados, aprovados e cumpram com as determinações do órgão normatizador, a ANATEL.

Existe também uma norma no Brasil, que regula o uso deste tipo de sistemas, a norma ABNT NBR ISO 7240-25, uma norma traduzida da ISO europeia.

Deixe um comentário